Topo

Entretenimento

Espécie de dinossauro predador é descoberta na Argentina

13/01/2011 20h09

Buenos Aires, 13 jan (EFE).- Um grupo de paleontólogos argentinos e americanos descobriu que fósseis encontrados em 1996 no noroeste da Argentina pertencem a uma espécie desconhecida que viveu no Triássico Superior, há 230 milhões de anos, informaram os cientistas nesta quinta-feira à Agência Efe.

A espécie, batizada de "Eodromaeus", é a do mais primitivo dinossauro conhecido até o momento entre os terópodes, linhagem de predadores carnívoros e bípedes que deu origem às aves, explicou o paleontólogo Ricardo Martínez, um dos descobridores da espécie.

O "Eodromaeus", ancestral de alguns dos dinossauros mais famosos, como o "Tiranossauro Rex" e o "Velociraptor", "mediu cerca de 1,60 metros de comprimento, tinha caudas e pescoço muito longos, e pesava não mais que 7 ou 8 quilos, muito leve, do tamanho de um peru mais ou menos", comentou à Efe.

Este exemplar da nova espécie de dinossauro foi achado no Parque de Ischigualasto, também conhecido como Vale da Lua por sua orografia desértica, na província argentina de San Juan, no noroeste do país.

"Sem dúvida, trata-se de um carnívoro predador, pelas evidências que tem sobretudo na dentição: são dentes especialmente desenhados para cortar carne", explicou Martínez, que trabalha na Universidade Nacional de San Juan.

"É bípede e, aparentemente, bom corredor, porque toda a constituição do esqueleto é muito delicada, fina e com ossos muito longos", acrescentou.

Ischigualasto, de 63 mil hectares de extensão, situado a cerca de 1.150 quilômetros de Buenos Aires, é uma das mais ricas 'jazidas de fósseis' do mundo, onde nos últimos anos foram encontrados restos das espécies mais primitivas de dinossauros que se conhecem.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento