Entretenimento

Campanha do Governo chinês pode deixar o país sem Skype

31/12/2010 04h10

Pequim, 31 dez (EFE).- Uma campanha do Governo chinês contra o que denomina "chamadas ilegais pela internet" ameaça muitos serviços de telefonia "VoIP" - da rede aos aparelhos convencionais -, entre eles o Skype, informou a imprensa do país.

Segundo o diário "South China Morning Post", o Ministério de Indústria e Tecnologia da Informação tornou pública uma campanha contra este tipo de chamadas, assinalando que há uma proliferação de chamadas VoIP ilegais.

A nota ministerial não dá exemplos das empresas que se dedicam a estes "serviços ilegais" nem que castigos poderiam receber, mas fontes da instituição indicaram que em teoria só as três companhias telefônicas estatais (China Telecom, China Mobile e China Unicom) estão autorizadas a prestar serviços VoIP.

Segundo o diário, se a advertência do Ministério for aplicada com rigor, centenas de milhares de usuários e dezenas de empresas de telefonia VoIP seriam afetadas, já que não dispõem da licença solicitada pelo Governo.

O fato de o setor de telecomunicações ser considerado estratégico pelo Governo chinês levanta ainda mais dúvidas sobre a permanência de companhias multinacionais como Skype, UUCall e Alicall, entre outras.

Os analistas calculam que na China, o maior mercado de internet do mundo, com 450 milhões de usuários, mais de 20 milhões de pessoas utilizam os serviços de telefonia VoIP.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo