Entretenimento

Fundador do WikiLeaks "sucede" Lula e é eleito homem do ano pelo 'Le Monde'

22/12/2010 20h16

Paris, 22 dez (EFE).- O jornal francês "Le Monde" elegeu nesta quarta-feira como homem do ano de 2010 o controvertido fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, que ocupará a capa do suplemento de fim de semana do periódico, distribuído a partir desta sexta-feira.

Assange ocupa um posto que no ano passado foi do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, escolhido em 2009, quando o "Le Monde" elegeu a personalidade do ano pela primeira vez.

O jornal francês é um dos veículos internacionais que junto com o americano "The New York Times", o espanhol "El País", o britânico "The Guardian" e a revista alemã "Der Spiegel" publicam as filtragens das 250 mil mensagens da diplomacia americana intervindos pelo WikiLeaks.

Os internautas que acessaram o site do periódico apoiaram a decisão da redação e também elegeram Assange como o homem do ano, com um 56,2 % dos votos, à frente do Prêmio Nobel da Paz, o chinês Liu Xiaobo (22,3%), e do americano e fundador da rede social Facebook, Mark Zuckerberg (6,9%).

Na semana passada, a revista americana "Time" elegeu Zuckerberg como homem do ano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo