Entretenimento

Centro cultural de Niemeyer será inaugurado no sábado na Espanha

24/03/2010 19h18

Avilês (Espanha), 24 mar (EFE).- O Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer da cidade de Avilés (norte da Espanha) é "uma obra de arte, que entrará para a história como patrimônio cultural e artístico da Espanha", declarou nesta quinta-feira durante sua apresentação o arquiteto-chefe da obra, Javier Blanco.

O complexo, desenhado pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer e formado por quatro edifícios, será inaugurado oficialmente no próximo sábado, mas na sexta-feira já acolherá seu primeiro evento, um concerto de Woody Allen e sua banda de jazz para cerca de 10 mil pessoas.

A cúpula, a torre-mirante, o auditório e a sala polivalente custaram US$ 62,3 milhões e abrigarão uma programação que abrangerá todas as facetas da expressão artística.

A obra foi recebida oficialmente na quarta-feira pela comunidade autônoma asturiana, mais ainda falta acabar parte do equipamento e o remate do estacionamento subterrâneo, embora "a obra de arte" já esteja pronta, segundo Blanco.

O Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer de Avilés é o único edifício que leva a assinatura deste arquiteto, Prêmio Príncipe de Astúrias, em toda Espanha, e é considerado sua obra mais relevante na Europa.

O próprio Niemeyer, quem acompanhou a obra, felicitou a equipe através de uma carta na qual revela sua plena satisfação pelo resultado da construção.

Uma das maiores dificuldades técnicas da obra foi a construção da cúpula, para a qual se utilizou um sistema inovador, além da construção do complexo cultural, pois, segundo Blanco, foi preciso "entender a arquitetura de Niemeyer" para levá-la a Avilés "e integrá-la neste entorno, que é tão diferente".

Blanco ressaltou que não há dúvidas sobre o "magistério" de Niemeyer.

Além da cúpula, outro dos edifícios que mais chamam a atenção é a torre-mirante. Para chegar a seu topo, é preciso subir uma escada helicoidal que oferece, de cada um de seus 77 degraus, uma visão diferente do complexo e da cidade.

Este edifício de 20 metros de altura abrigará um projeto gastronômico que contará com a participação, já anunciada, de cozinheiros de prestígio internacional como Ferran Adrià, que inaugurará a cozinha, Juan María Arzak e José Andrés.

O auditório tem uma capacidade para 963 espectadores em seu interior, aos quais é preciso somar os 10 mil que podem ficar na praça aberta ao ar livre, graças a um sistema de caixa cênica que permite organizar espetáculos para o interior e o exterior.

Para Blanco, o auditório "é o que mais expressa o conceito de Niemeyer porque reforça muito a ideia de que o protagonista é a praça", que estará aberta ao público de maneira permanente.

Por sua vez, o edifício polivalente abrigará um cinema, que será inaugurado por Woody Allen, e a recepção do centro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo