Topo

Star Wars


Após "Star Wars: The Rise of Skywalker", saga vai descansar, anuncia Disney

General Leia (Carrie Fisher) abraça Rey (Daisy Ridley) em cena de "Star Wars IX: The Rise of Skywalker" - Divulgação
General Leia (Carrie Fisher) abraça Rey (Daisy Ridley) em cena de "Star Wars IX: The Rise of Skywalker" Imagem: Divulgação

Christopher Palmeri e Emily Chang

12/04/2019 15h02

O diretor-presidente da Walt Disney, Bob Iger, disse não estar nem um pouco preocupado com uma possível superexposição dos consumidores à marca Star Wars, mas a franquia de filmes vai ter um "hiato" após o grande lançamento programado para dezembro.

"Não anunciamos nenhum plano específico para os filmes depois disso", disse Iger em entrevista à Bloomberg Television. "Há filmes em desenvolvimento, mas não os anunciamos."

O próximo filme, "Star Wars: The Rise of Skywalker", cujo título e primeiro trailer divulgados hoje, é o nono da chamada saga Skywalker e tem lançamento previsto para 20 de dezembro. É a terceira parte de uma trilogia de filmes que começou com "O Despertar da Força", em 2015.

Depois disso, a franquia vai se concentrar mais em projetos para a televisão, disse Iger.

Assista ao primeiro trailer de Star Wars IX: The Rise of Skywalker

UOL Entretenimento

"Vamos fazer uma pausa, esperar um tempo, e recomeçar", disse, "porque a saga Skywalker chega ao fim com este nono filme. Haverá outros filmes de Star Wars, mas teremos um pequeno hiato."

Este é um ano-chave para a franquia Star Wars da Disney. A empresa planeja inaugurar dois parques temáticos Star Wars na Califórnia e na Flórida no verão do hemisfério norte - com expectativa de receber multidões.

No entanto, o clima é de crescente preocupação na galáxia. No ano passado, "Han Solo: Uma História Star Wars" --um filme independente que não fazia parte da saga-- obteve a menor bilheteria nas quatro décadas de história da franquia. As vendas de brinquedos Star Wars caíram em 2018 pelo segundo ano consecutivo, segundo pesquisa da NPD.

O ator Mark Hamill, o próprio Luke Skywalker, com inegável autoridade para comentar o assunto, disse em entrevista esta semana ter experimentado certo cansaço de Star Wars.

O CEO da Disney, Bob Iger - Getty Images
O CEO da Disney, Bob Iger
Imagem: Getty Images

Quando "Solo" estreou, alguns críticos disseram que a Disney havia começado a lançar filmes de Star Wars muito rapidamente, sobrecarregando os fãs. Um hiato pode ajudar a resolver isso. Há outros projetos de filmes sendo produzidos, com uma série dos criadores de Game of Thrones, David Benioff e DB Weiss, mas nada foi programado.

Enquanto isso, a Disney se concentrará em criar conteúdo para sua plataforma de streaming. A empresa está produzindo a primeira série de TV live-action de Star Wars, "The Mandalorian", que será transmitida pelo serviço Disney+ a partir de novembro. O novo produto on-line também terá outra série live-action de Star Wars e o programa de animação "Clone Wars".

A aposta na TV demonstra que os criadores de Star Wars na produtora Lucasfilm, da Disney, estão sendo inovadores, segundo Iger. Também disse que "Star Wars: Episódio IX" será um sucesso.

"Ainda não tem nome", disse. "Achamos que vai ser ótimo."

Star Wars