PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

A estátua do diabo criticada em cidade espanhola por ser "alegre demais"

Prefeitura de Segovia/Divulgação via BBC
Imagem: Prefeitura de Segovia/Divulgação via BBC

16/01/2019 09h57

Uma estátua que representa o diabo foi criticada por ser "alegre demais" por moradores da cidade de Segóvia, na Espanha.

A escultura de bronze, que ainda não foi instalada, foi criada em homenagem a uma lenda local, que diz que o diabo foi enganado para construir o famoso aqueduto da cidade (erguido pelos romanos no século 1).

segovia - Prefeitura de Segovia/Divulgação via BBC - Prefeitura de Segovia/Divulgação via BBC
Imagem: Prefeitura de Segovia/Divulgação via BBC

Mas os moradores afirmam que o semblante do demônio - que está sorrindo e tirando uma selfie com um smartphone - seria amigável demais.

O artista disse à BBC News que ficou surpreso com o nível das críticas direcionadas a sua obra de arte.

Um juiz ordenou que a instalação da escultura fosse suspensa enquanto ele avalia se é de fato ofensiva para os cristãos.

Mais de 5,4 mil pessoas - pouco mais de 10% da população da cidade - assinaram uma petição pedindo o cancelamento da instalação da escultura.

A petição diz que, como o diabo é representado de maneira "jovial", com um telefone na mão, isso "enaltece o mal" e, portanto, seria "ofensivo para os católicos".

O texto acrescenta que o diabo é supostamente "repulsivo e desprezível" - e não gentil e sedutor, como o "diabo bondoso e sem malícia" que foi proposto.

Mas a reação pegou o artista, José Antonio Abella, de surpresa.

"Me parece inacreditável que as pessoas sejam tão ferozmente contrária a escultura de um demônio para celebrar uma lenda popular, ensinada a crianças nas escolas", diz Abella, médico que passou a se dedicar à arte na aposentadoria, à BBC News.

"Eu amo Segóvia. Moro aqui há três décadas e esperava que essa estátua fosse uma demonstração da minha gratidão a ela por ser minha cidade adotiva."

"Não recebi nenhuma verba para fazer essa escultura... Não fiz isso por dinheiro, mas como uma homenagem pessoal à cidade que chamo de minha. Você pode imaginar como estou me sentindo."

A vereadora Claudia de Santos também chamou a campanha de "injusta e desanimadora".

Ela disse ao jornal El Pais que tentaria garantir que a instalação da escultura prosseguisse como planejado.

Entretenimento