Topo

Entretenimento

Estátua de Hitler é removida de museu após polêmica com selfies

Henryanto/AFP
Mulher tira selfie com estátua de Hitler na Indonésia Imagem: Henryanto/AFP

11/11/2017 12h38

Uma reprodução em tamanho real de Adolf Hitler com a qual visitantes de um museu faziam selfies foi tirada de exposição na Indonésia.

Em fotos compartilhadas por redes sociais, pessoas posam com a estátua do líder nazista, que ficava em frente a uma imagem de um dos portões do campo de concentração de Auschwitz.

Leia também

Foi apenas diante da repercussão internacional que o De ARCA Statue Art Museum se deu conta que a obra tinha sido considerada ofensiva.

A instituição da cidade de Jogjakarta, na ilha de Java, disse que seu propósito era "educar".

"Não queremos ser alvo de uma grande revolta", disse o gerente de operações do museu, Jamie Misbah, à agência de notícias AFP.

Entre as fotos com a estátua em fibra de vidro de Hitler, estava a de um grupo de jovens vestidos com uniformes laranja e fazendo a saudação nazista.

Holocausto

Imagens assim deixaram muitas pessoas incomodadas. O museu afirma que nenhum visitante havia reclamado antes.

O rabino Abraham Cooper, do grupo judaico de defesa de direitos humanos The Simon Wiesenthal Center, disse à agência AP: "Tudo sobre isso é errado. É difícil achar palavras para dizer o quanto é desprezível. A imagem ao fundo é repugnante. Zomba das vítimas que entraram ali e nunca mais saíram".

Estima-se que 1,1 milhão de pessoas, a maioria delas judeus europeus, mas também ciganos, prisioneiros políticos e homossexuais, tenham morrido em Auschwitz durante o Holocausto.

Alguns disseram que a estátua e as fotos demonstram uma falta de sensibilidade com esse fato histórico e que o motivo para isso seria falta de educação sobre o Holocausto.

Mas o pesquisador de direitos humanos Andreas Harsono acredita que podem estar por trás desse episódio sentimentos antissemitas na nação muçulmana mais populosa do mundo.

A polêmica com a estátua de Hitler, uma dentre as 80 do museu, ocorreu menos de um ano após um café com temática nazista ser fechado em Bandung, também em Java.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento