Entretenimento

Em ensaios, fotógrafo explora sensualidade de homens africanos

21/09/2014 09h00

O fotógrafo nigeriano Rotimi Fani-Kayode morreu aos 34 anos de idade em 1989, mas deixou uma vasta obra sobre a masculinidade e a sensualidade de homens africanos.

Radicado em Brixton, bairro com forte cultura afro-caribenha no Sul de Londres, ele agora ganhou uma retrospectiva na galeria Tiwani Contemporary, na capital britânica.

Seu trabalho mistura diversas influência, em especial a cultura iorubá, na qual foi criado e educado.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo