PUBLICIDADE
Topo

Novelista P.D.James termina a sequência de "Orgulho e Preconceito"

A escritora inglesa de romances policiais P.D.James - Divulgação
A escritora inglesa de romances policiais P.D.James Imagem: Divulgação

13/10/2011 10h08

P.D. James disse na quarta (12) que estava feliz por ter finalmente completado seu projeto de longo tempo, uma sequência do livro “Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen.

O livro de James, “Death Comes to Pemberley”, será publicado pela Faber & Faber na Grã-Bretanha no início de novembro e por Alfred A.Knopf nos Estados Unidos no dia 6 de dezembro.

Em uma entrevista por telefone de sua casa, a novelista de 91 anos disse que o novo livro permitiu-a integra duas grandes paixões: Austen e histórias de crime. A novela de James é a mais recente de muitas sequencias de “Orgulho e Preconceito.”

“Adoro a ideia de manter a história do livro em Pemberley, seis anos após o casamento de Elizabeth e Darcy. E adoro a ideia de trazer um assassinato a Pemberley,” disse James com uma risada.

Ela não entregou o final, é claro. Mas contou o começo: É outubro de 1803, e amigos e a família se reúne na casa de Darcy e Elizabeth no baile anual de outono.

De repente, Darcy olha pela janela e diz, “Quem é esse?”. Uma carruagem entra no terreno, carregando Lydia Bennet Wickham, irmã de Elizabeth.

“Ela grita que Wickham (George Wickham, seu marido) foi morto”, explica James. “E uma expedição é organizada para ver o que acontecer. Nós os seguimos durante a investigação. É uma história séria de detetive.”

James disse que precisou de dois anos para finalizar o livro, apesar de ter a ideia da história antes de iniciar. Conhecida pelas histórias “Devices e Desires” e “A Taste for Death,” James disse que prefere criar personagens originais, mas achou que poderia adicionar ao mundo que Austen imortalizou há 200 atrás, e adorou a ideia de usar um crime para adicionar novos personagens, como o magistrado de investigação e outros moradores locais.

“Foi um trabalho duro”, disse ela sobre a pesquisa para a história, “e espero ter colocado todos os detalhes certos. Tem muita coisa em jogo. Eu procurei por crimes nesta área na época, e enquanto não havia nada como o que inventei, eu acho que funciona muito bem.”

Apesar de ter expandido um dos maiores clássicos da literatura inglesa, James disse, “Eu devo nunca mais fazer algo como isso novamente.”.