Entretenimento

Após 48 anos, revista mensal dos "X-Men" chega ao fim em novembro

Por Matt Moore

16/06/2011 12h22

Faltam apenas algumas edições para o fim dos quadrinhos “Uncanny X-Men”, mas os mutantes da Marvel Comics não ficarão muito tempo longe. Dois novos títulos substituirão a série mensal mais longa da editora, que se encerra em novembro, após 48 anos de publicação, com a edição número 544.

No que a editora está chamando de “X-Men Regenesis”, duas equipes separadas que se autodenominam X-Men tomarão forma no outono norte-americano com as séries “Wolverine & The X-Men”, em outubro, e “Uncanny X-Men”, que começa em novembro. Elas mostrarão uma lista dividida de antigos amigos e colegas, sob uma liderança decididamente diferente e apresentando metas concorrentes.

  • AP Photo/Marvel Entertainment

    Imagem promocional da série "X-Men: Regenesis", que será lançada em outubro de 2011 (16/6/2011)

Nick Lowe, que edita a série atual e os títulos relacionados aos X-Men na Marvel, diz que a lógica de dividir os times será facilmente percebida, já que as equipes serão lideradas por Ciclope, conhecido também como Scott Summers, e seu camarada, mas longe de ser um amigo, Wolverine, também conhecido como Logan. Será possível ver o que sobrou da parceria da minissérie “X-Men: Schism”, que está sendo escrita por Jason Aaron.

“A melhor coisa sobre essa divisão é que as duas séries terão ritmos diferentes. Uma traz uma história hardcore e um herói de ação, e o outra é algo diferente, que não posso falar muito sem fazer um spoiler de “Schism”, disse Lowe. “A melhor maneira que posso descrever é um retorno à estrutura que fez os X-Men o que é”.

E isso, ele diz, é o motivo de surgirem dois títulos, como uma Fênix, que renasceu das cinzas do quadrinho original, com Aaron escrevendo “Wolverine & The X-Men”.

Kieron Gillen, que escreve o atual “Uncanny X-Men” e fará o mesmo na próxima série, disse que muito do que está por vir será definido nos cinco capítulos de “Schism”, que começa no próximo mês.

Os detalhes da história ainda são mantidos em sigilo, mas a Marvel não fez segredo sobre o impacto que “Schism” terá sobre os X-Men e seus amigos.

“Os eventos em ‘Schism’ causarão uma racha enorme nos X-Men, o efeito cascata será sentido no Universo Marvel”, disse o editor-chefe da Marvel Axel Alonso. “No decorrer da história Ciclope e Logan perceberão que não tem como eles continuarem da maneira que estão – ou, na verdade, até mesmo co-existirem”.

Gillen disse que “não há esperança de uma equipe unida, enquanto mantiverem as mesmas crenças. Há também a chance de que a cisma fará com que as pessoas envolvidas (nunca) mais se olhem nos olhos novamente.”

Mas os leitores podem questionar a lógica de terminar a série original apenas para reiniciá-la um mês depois.

Alonso disse que não foi uma decisão tomada de maneira leve. “Nossos fãs antigos são muito apaixonados – e nós os amamos por isso. Para eles, nós prometemos que haverá uma razão para toda e qualquer nova edição número 1 que chegar às bancas no futuro próximo”.

Lowe chamou o movimento totalmente enraizado nas histórias

“Nossa razão para fazer isso é porque esta nova série ‘Uncanny X-Men’ é uma partida. Não é mais o que ‘Uncanny X-Men’ foi em sua essência”, disse ele. “Não é o

‘Uncanny X-Men’ de seu pai. Nós estamos redefinindo o que é esta história, e para isso, precisavamos de uma grande declaração.”

Alonso disse que não foi uma decisão apressada terminar a série atual e abrir espaço para dois novos.

“Por cinco anos nós estamos preparando o terreno para ‘Schism’, assim como ‘Schism’ iniciará o evento de 2012 que terá todos os olhos apontando para os X-Men”, disse.

Por último, quando “Schism” chegar ao fim, Alonso disse que os sobreviventes – quaisquer que sejam – “olharão um para o outro através de uma brecha filosófica do tamanho do Grand Canyon. Esta é uma guerra para o coração dos X-Men”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo