Entretenimento

Quadros de 1.400 são roubados de castelo em Milão

Marcel Vincenti/UOL
Castelo Sforzesco domina a paisagem de algums das principais ruas da cidade de Milão Imagem: Marcel Vincenti/UOL

24/08/2014 16h53

Três quadros de um pintor anônimo do ano 1.400 foram roubados ontem (23) da pinacoteca do Castelo Sforzesco, em Milão, na Itália.  

Os quadros, com dimensões de 25 cm x 25 cm, retratavam rostos masculinos e pertenciam a um artista italiano. As obras são propriedade da Prefeitura e estavam expostas em uma das salas do complexo cultural.

Um segurança percebeu por volta das 15h de ontem que os quadros haviam desaparecido do local onde ficavam expostos. Mas a direção da pinacoteca só acionou a polícia por volta das 20h.

Os agentes não puderam fazer nada além de registrar a ocorrência de furto. As câmeras de segurança do museu não conseguiram gravar o momento do crime, já que as paredes em que os quadros estavam pendurados ficavam fora do ângulo do equipamento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo