Entretenimento

Pesquisadores querem encontrar restos mortais de Cervantes até 2016

AFP PHOTO/ GERARD JULIEN
Placa em frente ao convento Trinitárias em Madri, onde Cervantes foi enterrado em abril de 1616. O local exato é um mistério pois o convento e a igreja foram expandidos nos quatro séculos após sua morte Imagem: AFP PHOTO/ GERARD JULIEN

07/03/2014 14h36

Pesquisadores espanhóis estão com um projeto para reencontrar os restos mortais de Miguel de Cervantes, autor de Dom Quixote de la Mancha. A busca quer encontrar os ossos até 2016, quando serão completos 400 anos da morte do "pai da língua espanhola".   

A missão científica já estava sendo elaborada há quatro anos e é coordenada por Fernando de Prada, com apoio do município de Madri e da Academia Real Espanhola. As buscas se concentrarão no Convento das Trinitárias, onde o escritor manifestou desejo de ser sepultado. No local, segundo algumas fontes, vivia sua filha que se tornou monja.

Essa não é a primeira vez que uma equipe tenta encontrar os ossos de Cervantes. Outras expedições tentaram achar os restos mortais durante o século 20, mas todas falharam. De acordo com Prada, "a busca não será fácil porque, ao passarem os séculos, o túmulo pode ter sido murado ou destruído por culpa de restaurações, guerras ou saques". Outro problema, segundo ele, é que "os ossos podem estar misturados ao de outras pessoas que foram sepultadas no mesmo local".   

Para encontrar o esqueleto de Cervantes - e diferenciá-lo de outros restos mortais - será utilizada tecnologia de ponta. O equipamento que será utilizado identifica não só as partes do esqueleto como as causas da morte. O que as equipes sabem sobre a morte do escritor também será utilizado na busca e para auxiliar o equipamento eletrônico: Cervantes morreu aos 69 anos, idade avançada para a época, foi ferido no peito e, durante a Batalha de Lepanto, pela Liga Santa contra os turcos, foi ferido e teve o braço esquerdo paralisado. Na primeira parte da busca, serão feitas as sondagens tecnológicas e a segunda etapa será focada na escavação de restos mortais.

Além de documentos sobre o possível sepultamento no local, os pesquisadores também se baseiam na documentação que aponta que o escritor foi enterrado com um crucifixo de madeira no peito e dentro de um pequeno caixão.   

Encontrar os restos mortais de Cervantes é uma questão de honra, que além dele, tenta encontrar os ossos do pintor Diego Velazquez,do dramaturgo e poeta Pedro Calderón de la Barca e do também poeta Félix Lopez de Vega.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo