Topo

Filmes e séries

Cinemark vai exibir de graça propaganda da gestão Doria por 1 ano e 4 meses

Marcelo Chello/CJPress/Estadão Conteúdo
O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) Imagem: Marcelo Chello/CJPress/Estadão Conteúdo

Adriana Ferraz e Fabio Leite

São Paulo

02/02/2018 13h56

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), vai exibir propaganda de sua gestão na capital em salas de cinema em pleno ano eleitoral. A Prefeitura paulistana publicou na edição desta quinta-feira, 1, do Diário Oficial que recebeu da empresa Cinemark, a maior rede de cinemas do País, a proposta de doação de propaganda grátis durante o período de 72 semanas - um ano e quatro meses - em qualquer sala de cinema do Estado. As peças poderão ter até dois minutos de duração.

Segundo o edital de chamamento divulgado pela Prefeitura, a proposta de veicular anúncios institucionais em cinemas de outras cidades paulistas é de interesse da gestão Doria, que abriu prazo de três dias úteis para que outras empresas possam apresentar propostas mais vantajosas para a cidade, como determina a lei.

Após ser questionada pela reportagem sobre a propaganda da gestão tucana fora da capital, a assessoria de Doria afirmou que o edital de chamamento publicado nesta quinta foi "apoiado equivocadamente na oferta de veiculação das campanhas em todo o Estado" feita pelo Cinemark à Prefeitura. Mas um novo edital restringindo a propaganda em salas de cinema da capital será publicado nesta sexta-feira, 2.

Ainda segundo a gestão Doria, foi a empresa Cinemark que procurou a Prefeitura de São Paulo, interessada em doar espaço para a veiculação de campanhas de interessa público do município em sessões de cinema. De acordo com as informações do Diário Oficial, não é possível saber qual o valor da propaganda oferecida pelo Cinemark. O público, no entanto, é considerado qualificado e diversificado. De acordo com o tipo de filme e classificação etária, também é possível alcançar um público específico.

Conteúdo

A doação, em ano eleitoral, não está vinculada a nenhuma ação específica do município, deixando o conteúdo para escolha do tucano, apontado como um dos possíveis candidatos à sucessão de Geraldo Alckmin (PSDB) ao Palácio dos Bandeirantes.

No ano passado, Doria ganhou do amigo e empresário Sidney Oliveira, dono da rede de farmácias Ultrafarma, propaganda do programa Cidade Linda em seis jogos da Seleção Brasileira, inclusive no exterior, pelo valor de R$ 640 mil, conforme consta também da ação movida pelo Ministério Público contra o Cidade Linda. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!