Topo

Entretenimento

Adolescente morre durante Virada Cultural em São Paulo

São Paulo

06/05/2012 12h14

A madrugada da 8ª edição da Virada Cultural de São Paulo deixou um saldo trágico. Segundo informações da Polícia Militar, uma menina de 17 anos - identificada como Juliana - morreu por overdose de cocaína. A adolescente passou mal, foi socorrida no posto médico móvel instalado nas proximidades da Avenida São João e os médicos a encaminharam para o Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia, onde ela já chegou morta.

Além disso, o major da PM Carlos Alberto informou que um agente da Polícia Federal disparou em direção a um táxi e, por isso, foi abordado por policiais militares. O agente teria revidado, houve troca de tiros e ele ficou ferido no abdômen.

Esse mesmo agente teria atirado, ainda segundo a PM, em um jovem, que também ficou ferido e foi hospitalizado. O agente da Polícia Federal será autuado em flagrante por resistência à prisão e tentativa de homicídio.

Brigas

Brigas também interromperam o show em homenagem a Elis Regina. Cerca de 100 adolescentes iniciaram uma briga do lado direito do palco Boulevard São João. O público, assustado, invadiu a área VIP do palco, derrubando as barreiras de proteção, enquanto os jovens corriam para o Vale do Anhangabaú destruindo tudo o que viam pela frente, como lixeiras e banheiros químicos. Não se sabe ao certo o que iniciou a briga, mas, segundo relatos, a confusão teve início após um empurra-empurra.

Também ocorreram problemas no show da banda Suicida Tendences. Assim que o grupo entrou no palco São João, na manhã deste domingo, as barreiras que separavam o enorme público da área VIP cederam dando origem a um caos generalizado. A área, destinada a convidados e portadores de necessidades especiais, era localizada em frente ao palco.

Depois de invadir o local, o público tentou subir no palco, mas todos foram contidos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento