PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento


Hackers russos são indiciados nos EUA por vínculos com o serviço de inteligência

05/12/2019 13h18

Washington, 5 dez 2019 (AFP) - As autoridades americanas indiciaram nesta quinta-feira dois russos responsáveis pela Evil Corp, uma organização cibernética criminosa, e os acusaram de ter vínculos com o serviço de inteligência de seu país.

De acordo com a ata de acusações de um tribunal da Pensilvânia, Igor Turashev e Maksim Yakubets dirigiram uma rede que instalou um aplicativo malicioso para roubar mais de US$ 100 milhões de empresas e autoridades locais.

O Departamento do Tesouro, que anunciou sanções contra os dois acusados e outras pessoas ligadas às suas operações, disse que Yakubets colaborou com o Serviço Federal de Segurança (FBS) russo desde 2017.

"O Tesouro vai punir a Evil Corp como parte de uma ação radical contra uma das organizações cibercriminosas mais prolíficas do mundo", afirmou o departamento em comunicado.

De acordo com as acusações, a Evil Corp usou técnicas fraudulentas para obter dados e inserir arquivos maliciosos nos computadores de suas vítimas.

O Departamento de Estado e o FBI anunciaram uma recompensa de cinco milhões de dólares por Yakubets, o valor mais alto até hoje por uma pessoa acusada de crimes cibernéticos.

"Yakubets é um verdadeiro criminoso do século XXI que, pressionando uma tecla e usando um mouse, cometeu crimes cibernéticos em todo o mundo", disse o vice-procurador-geral Brian A. Bencwowski.

bur-an/mps/mr

Entretenimento