Topo

Entretenimento


Facebook revela plano contra desinformação nas eleições dos EUA

07/11/2019 22h09

San Francisco, 8 Nov 2019 (AFP) - O Facebook revelou nesta quinta-feira (7) um plano para "proteger o processo democrático" nas eleições americanas de 2020, especialmente através da luta contra a desinformação e ameaça de interferência estrangeira utilizando a rede social.

O gigante das redes sociais, que teria sido veículo de tais interferências nas eleições americanas de 2016, prevê proteger melhor as contas de candidatos e políticos eleitos, assim como reforçar a transparência ao informar quem controla as páginas com conteúdo político.

A transparência deve ser reforçada, indicando claramente quem controla as páginas com conteúdo político ou de mídia estatal.

Artigos e vídeos classificados como "informações falsas" por jornalistas independentes serão mais destacados.

O Facebook está intensificando seus esforços para recuperar a confiança do público e das autoridades desde 2018, quando veio à tona o escândalo da empresa britânica Cambridge Analytica.

A Cambridge Analytica acessou os dados de 87 milhões de usuários do Facebook para realizar campanhas de manipulação política, especialmente nos Estados Unidos durante as eleições presidenciais de 2016.

Grupos vinculados à Rússia e o governo russo tem sido questionados, e desde então o Facebook tem frustrado várias operações similares em todo o mundo.

juj/vla/dg/mps/lca

FACEBOOK

Entretenimento