Topo

Entretenimento


Escritora americana Siri Hustvedt vence prêmio Princesa das Astúrias

2019-05-22T08:24:00

22/05/2019 08h24

Madri, 22 Mai 2019 (AFP) - A escritora americana Siri Hustvedt, estudiosa das "questões fundamentais da ética contemporânea", foi anunciada nesta quarta-feira como a vencedora do prêmio Princesa das Astúrias das Letras, anunciou o júri na cidade de Oviedo.

Romancista, ensaísta e poetisa de 64 anos, traduzida em mais de trinta idiomas, foi premiada por sua longa e variada carreira, com a qual contribuiu para o "diálogo interdisciplinar entre a ciência e as humanidades", informou o júri em um comunicado.

Filha de mãe norueguesa e pai americano, Hustvedt tem um perfil multifacetado: licenciatura em História, doutora em Literatura Inglesa pela Universidade de Columbia e especialista em neurociência e psicanálise.

Desde 1982 é esposa do romancista americano Paul Auster, que recebeu o mesmo prêmio em 2006.

Siri Hustvedt começou sua carreira no início dos anos 1980, com o livro "Reading to You", e continuou com ensaios e artigos em revistas científicas.

Neste sentido, o júri destacou sua obra "Living, Thinking, Looking", uma compilação de 32 conferências e artigos concluídos entre 2005 e 2011, onde "desenvolve alguns de seus temas preferidos, relacionados com a literatura, a filosofia, a psicologia, a psicoanalise e neurociência".

avl/pmr/al/mr

Mais Entretenimento