Topo

Entretenimento


Papa pede rigor e humildade aos jornalistas para evitar "fake news"

18/05/2019 15h03

Cidade do Vaticano, 18 Mai 2019 (AFP) - O papa Francisco pediu neste sábado aos jornalistas que sejam "humildes" e dediquem tempo para verificar as informações com rigor, para evitar assim "vender a comida apodrecida da desinformação".

"Em uma época onde muitos difundem 'fake news', a humildade impede vender a comida apodrecida da desinformação e convida a oferecer o bom pão da verdade", declarou o papa argentino, que recebeu no Vaticano neste sábado os membros da Associação da imprensa estrangeira na Itália.

É necessário "resistir para não publicar uma notícia verificada de maneira insuficiente", "não se deixe dominar pela precipitação, procure deter-se, encontrar o tempo necessário para compreender", acrescentou.

O líder da Igreja católica, que dá regularmente conselhos a jornalistas, voltou a afirmar que, para ele, "a humildade é a pedra angular" do jornalismo.

A humildade nos leva a ser "conscientes de que através de um artigo, um tuíte, uma entrada ao vivo na televisão ou no rádio, pode-se fazer o bem mas também, se não formos vigilantes e escrupulosos, o mal", advertiu.

"Uma retificação é sempre necessária quando alguém se equivoca", lembrou, "principalmente quando através da internet se pode difundir uma informação falsa a ponto de parecer autêntica".

Numa época de "linguagem violenta" e "palavras hostis", em particular nas redes sociais, é necessário por outro lado "medir a linguagem" e recordar que "toda pessoa tem sua dignidade".

cm/ob/sg/mar/age/lca

Mais Entretenimento