PUBLICIDADE
Topo

Tapete vermelho em rosa, metalizados e audácia antecipa o Oscar

25/02/2019 00h52

Hollywood, Estados Unidos, 25 Fev 2019 (AFP) - Hollywood desfilou seu clássico glamour, com muito rosa e doses generosas de audácia no tapete vermelho do Teatro Dolby para a 91ª cerimônia de entrega do Oscar, neste domingo (24).

Muitas estrelas optaram pelo rosa, pálido ou brilhante, ou em gaze delicada, mas também não faltaram modelos metalizados, muitos terninhos e até um ousado smoking com saia. Masculino.

Seguem alguns destaques do visual das celebridades na noite máxima da indústria do cinema americano.

- Divas como antigamente -Entre as favoritas para levar os grandes prêmios da noite, destacam-se Glenn Close, indicada a melhor atriz por "A Esposa", com um modelo dourado e brilhante de Carolina Herrera de 19 quilos, segundo ela própria revelou ao canal E!.

"Estou emocionada pela grande quantidade de amor que estou recebendo", disse, sorridente, a atriz veterana, que em sua sétima indicação tem muita chance de finalmente levar a estatueta.

Regina King, que pouco após o início da cerimônia levou o prêmio de atriz coadjuvante, estava deslumbrante em um tomara-que-caia branco de Oscar de la Renta, com uma fenda que revelava sua perna esquerda e uma elegante cauda.

Yalitza Aparicio e Marina de Tavira, os rostos mais conhecidos do filme mexicano "Roma", o grande favorito da noite, chegaram juntas: a primeira com um vestido verde claro com predaria, decote assimétrico e ombro nu da Rodarte, e a segunda com um modelo J Mendel com joias de Lorraine Schwart.

Mas talvez quem mais tenha lembrado as grandes divas de Hollywood foi Lady Gaga, duas vezes indicada a melhor atriz e melhor canção original por "Nasce uma Estrela". Ela escolheu não só um tomara-que-caia preto de Alexander McQueen com luvas altas, mas o destacou com um elegante coque banana.

- Rosa, rosa, rosa -O rosa predominou, mas em algumas destacou-se mais que em outras.

A atriz e modelo britânica Gemma Chan ("Podres de Ricos") optou por um Valentino fúcsia com camadas sobrepostas e colarinho em estilo vitoriano, que deixou muita gente boquiaberta.

O rosa cheguei também foi a opção da estrela de "Pantera Negra", Angela Bassett, com um vestido assimétrico da estilista libanesa Reem Acra e bolsa geométrica.

Linda Cardellini, de "Green Book", aderiu à onda rosa, com um vestido vaporoso, caindo em cascata com laço na cintura arrematando um decote generoso.

Até mesmo a japonesa, guru da organização, Marie Kondo, foi à festa de rosa, com um Jenny Packham com decote em V, todo de renda e adornado com flores de lantejoulas em rosa escuro e branco.

- Terninhos e metalizados -O terninho se impôs entre elas.

Melissa McCarthy, indicada a melhor atriz por "Poderia me perdoar?", optou por um elegante terninho preto com top branco, decotado e capa combinando, muito elogiado.

A comediante Amy Poehler usou terno preto de Alberta Ferretti, acompanhado de camisa preta, enquanto Elsie Fisher, de "Eighth Grade", também vestiu terninho preto, mas com camisa branca.

A atriz e rapper Awkwafina também apareceu de terninho, mas trocou o preto pelo metálico, com blusa com colarinho em laço e tom sobre tom.

O metalizado, aliás, marcou tendência, como nos vestidos longos e prateados de Brie Larson e Jennifer Lopez.

- A saia inesquecível -Mas não só as mulheres foram o centro das atenções.

Clássicos, vestindo smokings, apareceram Bradley Cooper, indicado a melhor ator por "Nasce uma estrela", e Viggo Mortensen, seu concorrente na mesma categoria por "Green Book - O guia".

Spike Lee, diretor de "Infiltrado na Klan", optou por um terno púrpura, com boina e óculos, como já fez no Globo de Ouro e nos prêmios BAFTA de cinema britânico.

O ator Stephan James, protagonista de "Se a rua Beale falasse", optou por um chamativo terno vermelho com botas brancas. Richard E. Grant, indicado a melhor ator coadjuvante por "Poderia me perdoar?", também escolheu o veludo bordô para seu smoking.

Mas quem roubou a cena foi o ator e cantor Billy Porter, vestindo um smoking preto de Christian Siriano que, no lugar da calça, acompanhava uma ampla saia. Inesquecível.