PUBLICIDADE
Topo

Peter Frampton revela ter uma doença muscular degenerativa

O músico Peter Frampton se apresenta em Los Angeles, nos Estados Unidos - Kevin Winter/AFP
O músico Peter Frampton se apresenta em Los Angeles, nos Estados Unidos Imagem: Kevin Winter/AFP

De Nova York (EUA)

23/02/2019 14h36

O roqueiro anglo-americano Peter Frampton revelou hoje que tem uma doença muscular degenerativa rara que pode inibir sua habilidade de tocar guitarra, e que sua próxima turnê será a última.

O artista, cujo álbum "Frampton Comes Alive", de 1976, ainda reina como um dos mais vendidos de todos os tempos, disse à CBS News que vem fazendo música de forma intensa desde seu diagnóstico de miosite incurável.

"Desde outubro, fizemos 33 novas faixas", disse o guitarrista vencedor do Grammy à rede de televisão norte-americana.

"Eu só quero gravar o máximo que puder, entende? Agora, por razões óbvias".

Frampton, 68 anos, soube de sua condição há três anos e meio após uma queda no palco, e no ano passado começou a sentir seus músculos perdendo força mais rapidamente.

Frampton entrou em cena como o adolescente favorito dos anos 1960 fazendo parte do The Herd, para depois fundar a banda Humble Pie e estourar nas paradas britânicas.

A turnê de despedida de Frampton incluirá apresentações em grandes arenas como o Madison Square Garden de Nova York.

O músico disse à revista Rolling Stone que um dólar de cada ingresso vendido irá para um fundo para o hospital John Hopkins, onde ele está fazendo seu tratamento.