PUBLICIDADE
Topo

AFP leva ao mundo árabe sua rede de 'fact-checking' via Facebook

06/02/2019 12h00

Paris, 6 Fev 2019 (AFP) - A Agence France-Presse anunciou nesta quarta-feira que expandiu sua rede de "checagem de fatos" (fact-checking) para o Oriente Médio e Norte da África, com a atuação de uma nova equipe em Beirute produzindo artigos em árabe através de um novo contrato com o Facebook.

A equipe "trabalhará com redações da AFP na região para verificar de maneira factual as informações potencialmente duvidosas disseminadas no Oriente Médio e no Norte da África", segundo um comunicado da AFP.

O serviço de checagem de fatos da agência já está presente em 16 países e disponível em quatro idiomas (francês, inglês, espanhol e português).

Com o seu programa de verificação lançado em 2016, o Facebook busca combater a disseminação de informações falsas ou "fake news", premiando jornalistas de diversas mídias, responsáveis por verificar a veracidade do conteúdo compartilhado na rede social.

Para a AFP, este novo contrato reflete seu desejo de se tornar um líder mundial na luta contra as falsas notícias.

A AFP participa do programa do Facebook em um número maior de países e é a primeira a fazer isso no mundo árabe.

"Queremos criar uma cultura de +fact checking+", enfatiza Phil Chetwynd, diretor de informação da AFP, para quem esta iniciativa faz parte das possíveis soluções para a crise de confiança que afeta a mídia tradicional.

"Uma grande parte do público abandonou a mídia tradicional e se informa através de grupos do Facebook, como vimos com os 'coletes amarelos' (na França). Somos obrigados a ir neste terreno".

A AFP participa do programa do Facebook nos seguintes países: África do Sul, Argentina, Brasil, Canadá, Camarões, Colômbia, Espanha, França, Índia, Indonésia, Quênia, México, Nigéria, Paquistão, Filipinas e Senegal.

Os trinta jornalistas mobilizados no mundo produzem cerca de 200 artigos por mês.

fpo/app/zm/cn

Facebook