PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Rapper enfrenta possível deportação por residência 'ilegal' nos EUA

04/02/2019 22h58

Nova York, 5 Fev 2019 (AFP) - A prisão do rapper 21 Savage por denúncias de que reside ilegalmente nos Estados Unidos gerou um grande apoio ao artista, que enfrenta uma possível deportação.

O rapper, de 26 anos, foi preso no domingo em Atlanta por agentes de imigração que alegam que ele é cidadão britânico.

A detenção de 21 Savage, cujo álbum figura como número um nas vendas dos EUA, causou surpresa, uma semana antes da cerimônia do Grammy, para o qual foi indicado.

O artista disse em várias ocasiões que cresceu em Atlanta, a capital do estado americano da Geórgia, considerada o lar da inovação do hip-hop. "Cresci em Atlanta, todo mundo me conhece", disse em 2016 em uma entrevista na rede Youtube VladTV.

No entanto, segundo Bryan Cox, porta-voz do Serviço de Imigração e Controle de Alfândegas (ICE), 21 Savage chegou aos Estados Unidos legalmente como menor de idade em julho de 2005, mas "se tornou ilegal" quando seu visto expirou, em julho de 2006.

O rapper "se encontra atualmente sob custódia do ICE na Geórgia e enfrenta um processo de deportação ante os tribunais federais de imigração", disse Cox em um comunicado.

A prisão do rapper ocorreu dias depois de ele se apresentar em um show anterior ao Super Bowl em Atlanta.

Um dos advogados do rapper, Charles Kuck, afirmou nesta segunda-feira que seu cliente "nunca havia ocultado seu status migratório" e que em 2017 havia depositado uma solicitação de visto "U", um tipo de visto reservado às vítimas de crimes. O advogado não precisou de que tipo de crimes o artista teria sido vítima.

mdo/jm/ec/gv/gma/lb/yow/db/cc

GOOGLE

Entretenimento