Topo

Entretenimento


Vietnã acusa Facebook de violar lei de cibersegurança

09/01/2019 20h55

Hanói, 9 Jan 2019 (AFP) - O Vietnã acusou a empresa americana Facebook de violar a nova lei de cibersegurança no país, que obriga as empresas de internet a eliminarem qualquer conteúdo considerado "tóxico" pelas autoridades.

O Facebook "não retirou informações" que as autoridades vietnamitas haviam lhe pedido, informou nesta quarta-feira o canal de televisão estatal VTV.

O Facebook argumentou que "essas informações não violam os princípios da rede" social, acrescentou o canal.

Consultado pelo AFP, o Facebook disse que a empresa "tem um protocolo claro para os governos que desejam assinalar conteúdos considerados ilegais".

"Todos os recursos são examinados", apontou a empresa.

O Facebook é um dos poucos espaços onde se pode expressar a dissidência, em um país no qual todos os meios de comunicação são controlados pelo governo, dirigido pelo Partido Comunista do Vietnã.

O Vietnã, com uma população de 93 milhões de habitantes, está entre os 10 países do mundo com maior porcentagem de usuários do Facebook.

A nova lei sobre cibersegurança, votada em junho pelos deputados e vigente desde 1 de janeiro, foi criticada pelos Estados Unidos e pela União Europeia.

Os partidários da liberdade na internet afirmam que a lei é inspirada na censura exercida pela China nas redes sociais.

A lei obriga as empresas de internet a retirarem em um prazo máximo de 24 horas qualquer comentário que ameace a "segurança nacional".

bur-jv-dth/cac/zm/mb/db

Mais Entretenimento