Topo

Entretenimento

Procuradoria da Espanha investigará Shakira por fraude fiscal (imprensa)

07/12/2018 16h37

Madri, 7 dez 2018 (AFP) - A cantora colombiana Shakira será investigada pela Procuradoria por uma suposta fraude ao fisco espanhol de 14,5 milhões de euros, uma acusação que ela nega veementemente, afirmou nesta sexta-feira o jornal El País.

Segundo o jornal, a Agência Tributária fechou sua investigação sobre as contas de Shakira e deverá abrir uma ação penal, após concluir que entre 2012 e 2014 ela defraudou supostamente 14,5 milhões de euros à Fazenda com os impostos de renda (IRPF) e patrimônio.

Consultado pela AFP, um porta-voz da Procuradoria espanhola se limitou a indicar que "não há nenhuma ação tomada" e que o caso ainda "está em análise".

Segundo a Procuradoria, a Agência Tributária acusa Shakira de não ter pago seus impostos na Espanha entre 2011 e 2014.

No entanto, as investigações que a Procuradoria fará dizem respeito apenas ao período 2012-2014, visto que os fatos ocorridos em 2011 já prescreveram.

Shakira, de 41 anos, que vive desde 2011 com o jogador do FC Barcelona Gerard Piqué, trasladou oficialmente sua residência fiscal das Bahamas para a Espanha em 2015.

Os advogados de Shakira insistem em que a maior parte de seus rendimentos até 2014 vieram de suas turnês internacionais e que ela não passava mais de seis meses por ano na Espanha, que é a condição para ser residente fiscal no país.

Mais Entretenimento