Topo

Rock

Em show, Roger Waters critica governo do México por condecorar genro de Trump

Reprodução
Roger Waters em show no Brasil Imagem: Reprodução

Na Cidade do México (México)

29/11/2018 09h38

Roger Waters, membro fundador da lendária banda britânica Pink Floyd, criticou o governo do México em um show na capital daquele país por homenagear o genro de Donald Trump.

Provocando a vaia de cerca de 15 mil pessoas presentes em seu show no Palacio de Deportes na Cidade do México, Waters disse que ficou "profundamente desapontado" com a decisão do atual presidente Enrique Peña Nieto de conceder Orden Mexicana da Águia Azteca, a maior honraria do país, a Jared Kushner, marido de Ivanka Trump e conselheiro do presidente dos Estados Unidos, que tem um discurso hostil em relação ao México.

"Resistam a Trump", proclamou o artista em meio a sua apresentação.

Trump, que responsabiliza o país vizinho pelos problemas de violência e consumo de drogas nos Estados Unidos, fez uma polêmica visita à Cidade do México em agosto de 2016 quando ainda era candidato e foi, inclusive, recebido oficialmente por Peña Nieto, algo inédito em suas relações bilaterais.

O governo do México alega que Kushner "foi determinante para dar início ao processo de negociação do Tratado de Livre Comércio da América do Norte, evitando uma saída unilateral dos Estados Unidos.

Nos shows que fez no Brasil em outubro, Roger Waters provocou polêmica ao associar o então candidato à presidência Jair Bolsonaro ao fascismo. 

Mais Rock