Topo

Entretenimento

Selfie gera falso alarme de terrorismo em avião na Índia

27/11/2018 07h50

Calcutá, 27 Nov 2018 (AFP) - Um passageiro foi obrigado a desembarcar de um avião indiano para ser interrogado pelas forças de segurança, após publicar uma selfie no Snapchat com a palavra "terrorista" - informou a Polícia indiana nesta terça-feira (27).

Ontem, Yogvedant Poddar, de 21 anos, foi obrigado a descer de um voo Calcutá-Mumbai da companhia Jet Airways, antes da decolagem.

Um passageiro sentado atrás dele o denunciou depois de vê-lo enviando uma foto para o Snapchat, de seu celular. Nela, aparecia com o rosto meio coberto por um lenço, com a seguinte legenda: "Terrorista a bordo, arraso os corações das mulheres".

O jovem foi interrogado por quase dez horas pelos serviços de segurança e, depois, solto sem acusações.

"Nós o interrogamos de maneira exaustiva. Não encontramos nenhum vínculo com movimentos terroristas. Era uma mensagem destinada exclusivamente a seus amigos e que não tinha a intenção de ameaçar", disse à AFP Avvaru Ravindranath, da Polícia de Calcutá.

Em um comunicado, a empresa Jet Airways declarou que um passageiro teve de descer de um de seus aviões "por motivos de segurança".

str-vm/pdh/amd/lch/pa/pc/tt
 

Mais Entretenimento