Topo

Filmes e séries


Hollywood estuda romper contrato com Arábia Saudita após sumiço de jornalista

Getty Images
O jornalista saudita Jamal Khashoggi Imagem: Getty Images

De Cannes (França)

16/10/2018 11h42

O presidente da Endeavor, uma das maiores agências de artistas em Hollywood, se declarou "muito preocupado" com o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi, depois que a imprensa especializada colocou em dúvida um contrato milionário entre esta empresa e o reino.

A pressão aumenta sobre os grandes grupos de entretenimento americanos para que tomem uma posição contra a Arábia Saudita, após o desaparecimento do jornalista dissidente, que escrevia para o Washington Post, há duas semanas em Istambul.

A revista Hollywood Reporter informou que a Endeavor estuda anular o contrato de US$ 400 milhões (cerca de R$ 1,5 milhão) que negociou em março com o fundo público de investimentos sauditas para vender uma participação minoritária.

"Estou pessoalmente muito preocupado. Acompanho de perto a situação. Legalmente é tudo o que posso dizer hoje", afirmou o presidente da Endeavor, Ari Emanuel, em uma entrevista coletiva no Mercado Internacional de Programas Mipcom, que acontece em Cannes (França).

O secretário de Estado americano Mike Pompeo foi enviado em caráter de urgência pelo presidente Donald Trump a Riad para tentar esclarecer o caso do desaparecimento do jornalista.