PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Filmes da Espanha e Argentina triunfam no Festival de San Sebastián

29/09/2018 21h53

São Sebastião, Espanha, 30 Set 2018 (AFP) - O filme espanhol "Entre dos aguas" recebeu, neste sábado, a Concha de Ouro de melhor filme no Festival de San Sebastián, em uma cerimônia muito favorável para a Argentina, onde "Rojo" obteve três prêmios importantes, um deles para seu jovem diretor Benjamín Naishtat.

O diretor catalão Isaki Lacuesta ganhou a segunda Concha de Ouro de sua carreira, com a história de dois irmãos ciganos de Andaluzia, Israel e Cheíto Gómez Romero. Ambos foram também os protagonistas de seu filme "La leyenda del tiempo", de 2006.

"Entre dos aguas" foi eleito o melhor dos 18 filmes que concorriam na seção oficial por um júri presidido pelo diretor americano Alexander Payne.

A noite foi excelente para a Argentina, começando por "Rojo", um drama ambientado na ditadura de 1976-1983, e que recebeu três prêmios: Concha de Prata de melhor diretor para Naishtat, de 32 anos, melhor ator para o protagonista Darío Grandinetti, e melhor fotografia para Pedro Sotero.

Ao receber o prêmio, Grandinetti disse que o filme deve servir de alerta "nestes momentos em que parece que a direita e o fascismo voltaram a crescer no mundo".

O prêmio da seção Horizontes Latinos, onde competiam 12 produções latino-americanas, foi para o também argentino "Familia sumergida", sobre uma mulher que enfrenta o luto após a morte de sua irmã.

Por último, a Argentina recebeu uma menção especial para "El motoarrebatador", o filme tragicômico de Agustín Toscano sobre um ladrão que se arrepende de seu delito e tenta se redimir ajudando sua vítima idosa.

O prêmio de melhor atriz foi para a norueguesa Pia Tjelta, por seu papel em "Blind Spot", onde interpreta uma madrasta que fica desesperada quando descobre que sua enteada adolescente tentou se matar.

O prêmio de melhor roteiro foi concedido ao escocês Paul Laverty, que escreveu o biopic "Yuli", dirigido por Icíar Bollaín e no qual o bailarino cubano Carlos Acosta interpreta a si próprio.

A cerimônia deste sábado marcou o encerramento da 66ª edição do Festival de San Sebastián, onde foram exibidos mais 190 filmes e que contou com a presença de estrelas como o diretor mexicano Alfonso Cuarón, a francesa Juliette Binoche e o canadense Ryan Gosling.

Os prêmios honorários Donostia foram entregues ao diretor japonês Hirokazu Kore-eda, ao ator e diretor americano Danny DeVito e à atriz inglesa Judi Dench.

avl-du/pa/db

Entretenimento