PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

21st Century Fox vai vender participação na Sky para a Comcast

26/09/2018 13h01

Washington, 26 Set 2018 (AFP) - A 21st Century Fox, de Rupert Murdoch, disse nesta quarta-feira que concordou em vender sua participação de 39% na Sky para a Comcast, dando à gigante americana de TV a cabo e mídia o controle total da gigante da televisão britânica.

A decisão acontece dias depois de a Comcast ter feito uma oferta bem-sucedida de 30,6 bilhões de libras esterlinas (US$ 40 bilhões) pelo controle acionário da Sky.

A Fox, que está em processo de venda de ativos de entretenimento e mídia para a Walt Disney, disse em comunicado que a Disney concordou com a venda da participação, avaliada em US$ 15 bilhões.

O acordo encerra uma longa batalha pelo controle da Sky por Murdoch, diante da resistência dos organismos reguladores britânicos, e cria um novo cenário para o setor, com a Comcast no controle da Sky e a Disney expandindo sua presença em ativos de cinema e televisão com a Fox.

Os acordos permitem que Murdoch, de 87 anos, gradualmente passe o controle de seu império de mídia para seus dois filhos, reduzindo sua participação para se concentrar em uma "nova Fox", que incluiria a rede de transmissão baseada nos Estados Unidos e o canal Fox News.

A Sky transmite filmes "blockbuster" e dramas, inclusive a popular série "Game of Thrones" e tem direitos lucrativos da Premier League inglesa de futebol.

O grupo, que tem 23 milhões de assinantes, é considerado uma das empresas de TV mais lucrativas e poderosas da Europa.

A Comcast e a Disney estavam disputando, lance a lance, os ativos da Fox, que incluem os estúdios da Fox em Hollywood e importantes operações de produção de filmes e televisão.

A Comcast acabou desistindo, e a Disney levou a Fox com uma oferta de US$ 71,3 bilhões.

A Disney informou em comunicado que o mais recente acordo "reduziria significativamente" a dívida necessária para assumir as participações da Fox e permitiria que ela investisse mais em "criação de conteúdo para suas plataformas de 'direto ao consumidor'".

A Disney e a Fox assinaram um termo de consentimento com o Departamento de Justiça americano que permite a aquisição, condicionada à venda da Fox Sports Regional Networks.

Entretenimento