PUBLICIDADE
Topo

UE alerta Facebook que paciência tem limite sobre a proteção dos consumidores

20/09/2018 06h32

Bruxelas, 20 Set 2018 (AFP) - A comissária europeia do Consumo, Vera Jurova, pediu que o Facebook cumpra as normas da UE sobre a proteção dos consumidores até o fim do ano e advertiu que em caso contrário pedirá "sanções".

"Minha paciência tem um limite. Se as mudanças não forem plenamente implementadas até o fim do ano, pedirei às autoridades responsáveis pela proteção dos consumidores que atuem rapidamente e punam a empresa", afirmou.

Jurova anunciou ainda que o Airbnb se comprometeu a ajustar suas condições de uso às regras europeias e a deixar suas tarifas mais transparentes.

A comissária tcheca havia anunciado um ultimato ao Airbnb neste sentido em julho.

Sobre o Facebook, a Comissão Europeia lamentou em fevereiro que algumas redes sociais não estavam suficientemente ajustadas às exigências da UE.

Os progressos registrados pela empresa de Mark Zuckerberg desde então foram "muito limitados", embora a rede social tenha modificado as condições de utilização em abril, insiste Bruxelas em um comunicado.

As novas condições "contêm uma apresentação enganosa das principais características dos serviços do Facebook", explica a Comissão.

"Em particular, o Facebook indica agora aos consumidores que seus dados e seu conteúdo são usados unicamente para melhorar sua 'experiência' global e não menciona que a empresa utiliza estes dados com fins comerciais", completa.