Topo

Entretenimento

Danny Boyle abandona a direção do novo filme de James Bond

21/08/2018 17h28

Los Angeles, 21 Ago 2018 (AFP) - O diretor Danny Boyle não vai dirigir "Bond 25", o próximo filme do agente 007, que tem estreia prevista para novembro de 2019.

Em um breve comunicado, publicado no site oficial do filme, os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, assim como o protagonista Daniel Craig, anunciaram que "devido a diferenças criativas, Danny Boyle decidiu não dirigir mais 'Bond 25'", título provisório do longa.

A saída acontece quase três meses depois de anunciada a contratação do britânico de 61 anos, ganhador de um Oscar em 2008 por "Quem quer ser um milionário".

As filmagens de "Bond 25" devem começar em dezembro, nos estúdios Pinewood, periferia de Londres.

O diretor tinha iniciado o processo de seleção do elenco para encontrar o vilão e a "Bond girl" do filme, segundo a revista Variety.

Boyle alcançou a fama em 1996 com seu segundo filme, "Trainspotting", protagonizada pelo jovem Ewan McGregor, que conta os reveses vividos por um grupo de dependentes químicos de Edimburgo, cujo roteirista, John Hodge, é o autor do roteiro original do próximo Bond.

Seu último filme como diretor foi precisamente a segunda parte de "Trainspotting", lançado em 2017.

O nome de seu substituto não foi anunciado, mas antes de contratar Danny Boyle, os produtores tinham demonstrado interesse no escocês David Mackenzie ("A qualquer custo") e o canadense Denis Villeneuve ("Blade Runner 2049").

Daniel Craig, de 50 anos, interpretará o agente 007 pela quinta vez em "Bond 25". Em 2017, o ator britânico anunciou que este provavelmente será seu último filme na saga do espião.

ft-jt/ll/cn/mvv/cc

Mais Entretenimento