PUBLICIDADE
Topo

Madonna 60 anos: quais foram os maiores escândalos da cantora

Madonna se apresenta no 57º Grammy Awards em Los Angeles - John Shearer/Invision/AP
Madonna se apresenta no 57º Grammy Awards em Los Angeles Imagem: John Shearer/Invision/AP

De Nova York (EUA)

15/08/2018 09h29

Marcada por polêmicas durante décadas, Madonna sempre falou abertamente sobre uma sexualidade sem complexos, o que contribuiu para sua reputação de superestrela.

A seguir alguns escândalos da carreira da cantora americana, que completa 60 anos na quinta-feira (16).

Sexo na MTV

A primeira edição do Video Music Awards da MTV, em 1984, foi marcada por uma apresentação inesquecível de Madonna.

Durante a premiação, a estrela pop apareceu no palco sobre um enorme bolo de casamento para cantar "Like a Virgin". Ela usava um vestido de noiva sexy, com um cinto com as palavras "Boy Toy". Durante a apresentação, a cantora rolou pelo chão, o que permitiu que o público observasse sua roupa íntima.

A performance estabeleceu sua reputação de "menina má".

"Like a Prayer"

A canção "Like a Prayer" provocou um escândalo em 1989 com um vídeo muito exibido na MTV, que ganhou ainda mais repercussão depois que a Pepsi a utilizou em uma propaganda.

Alternando imagens com clara conotação sexual e religiosas, Madonna faz amor com a estátua de um santo negro que ganha vida e dança diante de cruzes em chamas, símbolo do movimento racista Ku Klux Klan.

O Vaticano protestou e movimentos religiosos ameaçaram boicotar a Pepsi, que desistiu, sob pressão, de sua campanha publicitária com a cantora.

Muito ousada até para a MTV

Madonna retornou um ano depois e provocou tamanha polêmica que até a MTV se recusou a exibir o videoclipe de "Justify My Love".

Dirigido pelo fotógrafo de moda francês Jean-Baptiste Mondino, "Justify My Love" representa práticas sexuais, que muitas pessoas consideraram extremas, em um hotel. Os atores confessaram mais tarde que a linha entre a encenação e a realidade foi muito tênue durante as filmagens.

A polêmica fez com que "Justify My Love" se tornasse o single mais vendido no formato vídeo, um formato que desapareceu na era do YouTube.

Turnês polêmicas

Madonna provocou vários escândalos durante suas turnês - várias delas faturaram mais de 100 milhões de dólares.

A turnê "Blond Ambition", de 1990, foi muito ousada com a celebração do sexo e, ao lado dos dançarinos, da homossexualidade, que era consideravelmente menos aceita na época.

As coreografias incluíam movimentos e gestos nos quais os dançarinos simulavam masturbar Madonna enquanto ela cantava "Like a Virgin", uma cena que levou a polícia de Toronto, no Canadá, a advertir sobre a possibilidade de detenção.

Durante a mesma turnê, Madonna passou a usar o sutiã em formato de cone criado pelo francês Jean-Paul Gaultier, que virou uma de suas marcas registradas.

"Sex" O Livro

Capa do livro "Sex", de Madonna - Divulgação - Divulgação
Capa do livro "Sex", de Madonna
Imagem: Divulgação
Até mesmo alguns fãs da cantora consideram que em 1992 ela foi muito longe ao publicar um livro com o título "Sex". A obra contém imagens da cantora em posições pensadas para chocar, que incluem até um cachorro.

O livro foi um sucesso de vendas, mas ofuscou um pouco o álbum "Erotica", lançado simultaneamente.

Madonna já falou diversas vezes que não se arrepende de ter lançado o livro. "Sex" conquistou gradualmente alguns fãs, que dizem a cantora estava na vanguarda da nova explosão da pornografia.

Beijos apaixonados

Madonna se tornou uma espécie de irmã mais velha para muitas cantoras e mantém a capacidade de gerar manchetes.

Na premiação da MTV em 2003, ela beijou duas jovens cantoras na boca, Christina Aguilera e Britney Spears.

No Festival de Coachella em 2015, Madonna fez uma aparição surpresa e deu um beijo apaixonado no rapper Drake.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado na primeira versão do texto, Madonna não estava descalça na apresentação do VMA de 1984. E a música que causou confusão na turnê em Toronto foi "Like a Virgin", e não "Like a Prayer". Os erros foram corrigidos.