PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Cineasta israelense Moshe Mizrahi será enterrado em Tel-Aviv

06/08/2018 08h04

Jerusalém, 6 Ago 2018 (AFP) - O cineasta israelense Moshe Mizrahi, o único de seu país a ganhar um Oscar e que faleceu na sexta-feira aos 86 anos, será enterrado nesta segunda em Tel-Aviv - informou sua família.

Mizrahi ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro em 1978 por "Madame Rosa - a vida à sua frente", rodado na França e protagonizado por Simone Signoret.

Nascido em 1931 no Egito, o futuro cineasta emigrou para o mandato britânico da Palestina em 1946 com sua mãe e seu irmão caçula, falecido dois anos depois durante um ataque aéreo egípcio na guerra posterior à declaração de independência de Israel.

Nos anos 1950, estudou cinema na França e durante anos viveu entre os dois países.

Outros dois filmes seus, "Rosa, eu te amo" (1972) e "A casa da rua Chelouche" (1973), foram indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Mizrahi foi o diretor de grandes atores franceses, como Jean Rochefort, Pierre Richard e Annie Girardot, assim como de Tom Hanks, protagonista de "É preciso dizer adeus", uma coprodução entre Israel e Estados Unidos de 1986.

Depois de se divorciar da escritora e roteirista Rachel Mizrahi, Moshe Mizrahi se casou com a diretora israelense Michal Bat Adam.

Entretenimento