Topo

Entretenimento

Jornalista ucraniano condenado na Rússia a 12 anos de prisão por espionagem

04/06/2018 10h29

Moscou, 4 Jun 2018 (AFP) - A justiça russa condenou nesta segunda-feira a 12 anos de prisão um jornalista ucraniano, Roman Sushchenko, detido desde 2016 e declarado culpado de espionagem.

"Claro que irei apelar. Esta decisão não é justa", declarou após o anúncio de sua condenação.

Sushchenko nega qualquer tipo de culpa.

A promotoria pediu 14 anos de prisão para Sushchenko, acusado de ser um coronel dos serviços de inteligência ucranianos.

Roman Sushchenko foi acusado de "juntar informações confidenciais sobre atividades das Forças Armadas russas e da Guarda Nacional" em função de provas reunidas pelos Serviços Russos Segurança (FSB).

A Ucrânia, por sua parte, diz que Sushchenko é jornalista, correspondente em Paris da agência de notícias Ukrinform, para a qual trabalha desde 2002.

ml-pop/gmo/lpt/zm/age/cn

Mais Entretenimento