Topo

Entretenimento

AFP quer ser uma das maiores plataformas de vídeo do mundo

01/06/2018 09h23

Paris, 1 Jun 2018 (AFP) - O novo diretor-geral da Agence France-Presse (AFP), Fabrice Fries, afirmou nesta sexta-feira, em entrevista à rádio Europe 1, que a revitalização comercial da AFP passa pelo vídeo e que pretende que a agência de notícias se torne uma das maiores plataformas de vídeo do mundo.

"Hoje, o vídeo, para simplificar, representa 12% do nosso faturamento. Na AP e Reuters é de 40%. Precisamos nos tornar um das duas maiores plataformas de vídeo do mundo", declarou Fabrice Fries.

Ele afirmou ainda que o estímulo comercial da AFP era uma "grande questão, já que as receitas estão caindo e as despesas estão subindo há 4-5 anos, o que é preocupante".

"Por tudo isso, a Agência tem uma fonte real de crescimento sob os pés, para mim é o vídeo e esse será o principal eixo de desenvolvimento. A agência é conhecida por ser forte em texto e fotografia, somos a melhor agência de fotografia do mundo, tem que ser o mesmo para o vídeo", continuou.

Perguntado sobre a luta contra "fake news", especialmente após a morte simulada do jornalista russo Arkadi Babchenko, orquestrada por Kiev, Fabrice Fries disse ser "um fenômeno muito perturbador e absolutamente massivo".

"Vemos isso em países como o Brasil. Neste momento em que há a preparação para a eleição presidencial, há desinformação em escala industrial", explicou.

"Na AFP, houve uma mudança radical de postura nos últimos anos, a agência não estava acostumada a comentar rumores, agora vimos, com Brexit e Trump, que era necessário", detalhou.

A agência está lançando um novo formato dedicado à "checagem de fatos": "FactCheck".

sr-abd/ial/at/jg/pg /mr

Mais Entretenimento