Topo

Música

Cantor venezuelano é morto em assalto em Caracas

Reprodução
Cantor Evio di Marzo Imagem: Reprodução

Da AFP, em Caracas

29/05/2018 09h57

O cantor venezuelano Evio Di Marzo, irmão do famoso intérprete Yordano, foi assassinado na segunda-feira à noite por criminosos que tentaram roubar seu carro em mais um incidente que destaca os altos índices de criminalidade na Venezuela.

Yordano, que mora em Nova York, onde está em tratamento contra um câncer, confirmou o crime em uma carta que compartilhou em suas redes sociais nesta terça-feira.

"Hoje nas ruas da cidade para a qual eu tenho cantado por todas as suas nuances, assassinaram meu irmão. Meu irmão mais novo entra para a estatística em uma cidade que a cada dia torna-se irrecuperável", escreveu Yordano Di Marzo.

O assassinato aconteceu no bairro Belas Artes - centro de Caracas - quando Di Marzo deuxava uma mesquita e foi abordado por ladrões. Ele se recusou a entregar o carro e foi ferido mortalmente, segundo jornalistas locais.

Evio foi levado para o hospital público Miguel Pérez Carreño, mas já chegoy sem sinais vitais. Ele tinha 10 filhos.

Di Marzo, de 64 anos, fundou o grupo Adrenalina Caribe, famoso na Venezuela durante os anos oitenta.

A Venezuela é considerada um dos países mais inseguros do mundo, com uma taxa de 89 homicídios por 100.000 habitantes em 2017 (26.000 casos), 14 vezes a média mundial, de acordo com a ONG Observatório Venezuelano da Violência.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!