Topo

Entretenimento

Moscou pede a Apple que pare a distribuição do Telegram na Rússia

28/05/2018 14h15

Moscou, 28 Mai 2018 (AFP) - A agência russa de regulação das telecomunicações, Roskomnadzor, anunciou nesta segunda-feira (28) ter pedido a Apple para deter a distribuição do aplicativo Telegram na Rússia, dando um mês para isto, sob pena de "possíveis" medidas de represália.

Em comunicado, a Roskomnadzor assinalou que solicitou a Apple que parasse de propor o aplicativo de mensagens criptografadas Telegram aos usuários russos na loja de aplicativos Apple Store e bloqueasse as notificações enviadas pelo Telegram, o que significa que os usuários não receberiam alertas em caso de novas mensagens.

"Para evitar possíveis medidas da Roskomnadzor dirigidas ao funcionamento dos serviços Apple, pedimos que nos informem o quanto antes sobre as futuras ações da empresa para resolver esta questão problemática", indicou a agência em uma mensagem dirigida a Apple e citada no comunicado.

O responsável da Roskomnadzor, Alexander Jarov, detalhou à agência de notícias Interfax que a Apple tem um mês para concretizar a medida. "Como é uma empresa multinacional, com um nível elevado de burocracia, esperamos uma resposta no prazo de um mês", declarou.

Jarov se negou a indicar que tipo de represália a Roskomnadzor poderia aplicar contra a Apple, caso a empresa americana não respeitasse as disposições, alegando não querer "fazer previsões" sobre a reação da Apple. "Quando a resposta chegar saberemos o que fazer", acrescentou.

A Justiça russa ordenou em meados de abril o bloqueio do Telegram depois que a empresa se negou a entregar aos serviços de segurança os meios para ler as mensagens dos usuários.

Contudo, o Telegram conseguiu se esquivar desse bloqueio e continua sendo acessado na Rússia.

O aplicativo, criado em 2013 pelos irmãos Pavel e Nikolai Durov, que também elaboraram a rede social VKontakte, conta atualmente com 200 milhões de usuários no mundo, 7% deles na Rússia.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento