Topo

Entretenimento

Marido e mulher recordistas: tela de Diego Rivera bate valor de Frida Kahlo

AP Photo/J Pat Carter
Casal observa um retrato feito por Nickolas Murray dos pintores mexicanos Frida Kahlo e Diego Rivera em uma exposição nos EUA Imagem: AP Photo/J Pat Carter

De Nova York

10/05/2018 13h33

A tela "Los Rivales", do artista mexicano Diego Rivera, tornou-se nesta quarta-feira (9) a obra latino-americana a atingir o mais alto preço em leilão, obtendo US$ 9.762.500 no pregão da Casa Christie's de Nova York.

O recorde precedente para arte latino-americana pertencia à mulher de Rivera, a também mexicana Frida  Kahlo, cujo "Dos desnudos en el bosque (La tierra misma)" obteve US$ 8,5 milhões em 2016, também na Christie's de Nova York.

A colorida pintura de dois homens brigando em uma festa tradicional mexicana de Rivera (1886-1957) estava avaliada em US$ 7 milhões.

Hector Retamal/AFP
A tela "Los Rivales", de Diego Rivera, que foi leiloada por US$ 9,76 milhões em Nova York Imagem: Hector Retamal/AFP

Kena Betancur/AFP
"Dos desnudos en el bosque (La Tierra Misma)", de Frida Kahlo, leiloada por US$ 8,5 milhões em 2016 Imagem: Kena Betancur/AFP

"Há tempo esperávamos isto. Agora Frida e Diego estão finalmente lado a lado", disse Virgilio  Garza, diretor de arte latino-americana da Christie's, citado pelo site Artnews.

Segundo o site, "Los Rivales" foi arrematado por um colecionador anônimo que deu os lances por telefone.

A pintura de um artista latino-americano a obter o maior valor, mas não em leilão, é "Baile en  Tehuantepec", que Rivera concluiu em 1928 e foi comprada diretamente pelo empresário e colecionador de arte argentino Eduardo Constantini, por US$ 15,7 milhões, em 2016.

Mais Entretenimento