Topo

Entretenimento

Milhares de russos protestam em Moscou por causa de bloqueio do Telegram

30/04/2018 13h41

Moscou, 30 Abr 2018 (AFP) -

Milhares de russos, incluindo o principal opositor ao governo de Vladimir Putin, Alexei Navalny, foram às ruas nesta segunda-feira (30) em Moscou contra o aumento da vigilância na Internet, após o bloqueio pelas autoridades russas do aplicativo de mensagens instantâneas Telegram.

A manifestação, autorizada pela prefeitura de Moscou, reuniu no centro da capital russa cerca de 8.000 pessoas, segundo estimativas da Polícia e dos organizadores, um número relativamente alto para uma concentração da oposição neste país.

Em agosto do ano passado, um protesto similar contra as restrições na Internet reuniu apenas mil pessoas em Moscou.

Os manifestantes levantaram cartazes com lemas contra o governo e bandeiras russas, enquanto alguns gritaram "Putin é um ladrão", ou "não fique em silêncio", constataram jornalistas da AFP.

"Todo mundo tem o direito de escolher", disse à AFP Tatiana Filatova, uma mulher aposentada. "Quando vivemos sob regras estritas, a vida fica chata e o céu fica cinza", acrescentou.

O líder opositor Navalni se dirigiu à multidão e agradeceu ao cofundador do Telegram, Pavel Dourov, por criar este serviço de mensagens criptografadas, apreciado por um grande número de russos.

"Vocês estão preparados para resistir?", perguntou aos manifestantes que responderam em um uníssono "Sim", gritando em seguida: "abaixo o czar".

Há duas semanas, a Rússia bloqueou milhões de endereços IP utilizados para contornar a obstrução ao Telegram, ordenada pela Roskomnadzor, a autoridade de telecomunicações russa, depois que a empresa não respeitou uma decisão judicial de fornecer aos Serviços Especiais (FSB) os códigos para ler as mensagens de seus usuários.

Entre os endereços IP bloqueados, milhares estão vinculados a serviços de "cloud" da Amazon e mais de um milhão ao do Google, de acordo com um porta-voz da Roskomnadzor citado pela agência de notícias Interfax.

Fundado em 2013 pelos irmãos Pavel e Nikolai Durov, criadores da rede social VKontakte, o Telegram conta atualmente com 200 milhões de usuários em todo mundo. Destes, 7% estão na Rússia, segundo Pavel Durov.

as-all/nm/pb/age/mr/tt

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento