Topo

Entretenimento

Criador da série 'Nova York Contra o Crime' morre aos 74 anos

02/04/2018 18h34

Washington, 2 Abr 2018 (AFP) - O produtor e roteirista americano Steven Bochco, criador de séries conhecidas como "Nova York Contra o Crime", "LA Law" e "Hill Street Blues", faleceu aos 74 anos, vítima de leucemia, disseram seus representantes nesta segunda-feira.

Bochco, que morreu na manhã de domingo, ao lado de parentes e amigos, vinha batalhando contra uma forma rara de leucemia há anos e fez um transplante de células-tronco em 2014.

"Steven era um talento gigante que mudou a televisão de uma forma positiva. Ele também foi mentor de muitos outros artistas talentosos e era amado por muitos. Estou muito triste com sua perda", disse seu agente Fred Specktor à AFP.

O produtor era conhecido pelo estilo ousado, que levou para a TV cenas de intenso realismo, com grandes elencos, e esteve por trás do drama cômico "Tal Pai, Tal Filho", estrelado por Neil Patrick Harris.

Em uma entrevista em 2002 para o Arquivo da Televisão Americana, Bochco descreveu a mudança de "Hill Street Blues", de um show que estreou em último lugar em janeiro de 1981, ao destinatário de 98 indicações ao Emmy.

Ele e seu parceiro de escrita, Michael Kozoll, disseram ao executivo da NBC, Brandon Tartikoff, que eles só se uniriam ao programa se tivessem garantida uma completa liberdade artística.

- Sucessos e contratempos -"Comecei a ouvir palavras sobre mim: ele é arrogante, ele é isso, ele é aquilo. Minha atitude foi: me chame do que quiser, mas sei que tenho um grande projeto aqui", disse.

"Eu não sei quantos grandes projetos existirão na minha vida, e eu não vou estragar este. Eu prefiro não fazê-lo. E eles cederam".

Houve alguns fracassos ao longo do caminho, incluindo o drama policial musical "Cop Rock" e o drama ambientado em tribunais "Murder One", que Bochco eventualmente ressuscitou como "Murder in the First" para a TNT.

Bochco venceu o Humanitas Prize e o Prêmio Peabody, entre outros, e foi nomeado para o Emmy 30 vezes enquanto produtor e roteirista, vencendo 10.

Nascido em Nova York, Bochco estudou teatro no Carnegie Institute of Technology e começou a escrever para programas de televisão, como a série de detetives "Columbo".

Ele começou a criar seus próprios dramas policiais e programas jurídicos, notavelmente "Hill Street Blues", que se tornou um grande sucesso para a NBC, além de se diversificar com a sátira animada "Capitol Critters".

- 'Visionário' -O sucesso do início não se manteve nos últimos anos, embora ele tenha permanecido ativo, trabalhando como produtor executivo e roteirista principal de séries como "Commander in Chief" da ABC - sobre a primeira presidente mulher da América - e o drama da FX no Iraque "Over There".

O talento de Bochco se estendeu à escrita e sua bibliografia inclui o romance "Death by Hollywood" e sua autobiografia, "Truth is a Total Defense: My Fifty Years in Television".

Ele se casou três vezes e deixa a sua terceira esposa, Dayna Kalins, bem como os filhos Melissa Bochco, Jesse Bochco e Sean Flanagan, e dois netos.

Robert Iger, diretor executivo da Disney, lamentou a morte do produtor: "Hoje nossa indústria perdeu um visionário, uma força criativa, uma pessoa que assumia riscos, um agudo contador de histórias humanas com uma habilidade incomum para saber o que o mundo queria".

"Steven Bochco mudou a televisão, mais de uma vez. Ele é uma lenda", afirmou o produtor e roteirista Joss Whedon.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento