PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Descobertas pegadas humanas mais antigas da América do Norte

28/03/2018 22h27

Montreal, 29 Mar 2018 (AFP) - Pegadas humanas encontradas em uma ilha da costa da Colúmbia Britânica, no oeste do Canadá, teriam cerca de 13 mil anos, o que as converte nas mais antigas já descobertas na América do Norte, revela um estudo publicado nesta quarta-feira.

Estas pegadas pertencem provavelmente a dois adultos e uma criança que caminharam descalços sobre a lama no que hoje é uma praia na ilha Calvert, a nordeste da ilha de Vancouver, destacam os autores do estudo publicado na revista PLOS ONE.

No total, 29 pegadas foram localizadas nos sedimentos durante trabalhos de escavação realizados entre 2014 e 2016, informou o principal autor do estudo, Duncan McLaren, professor de antropologia no Instituto Hakai e na Universidade de Victoria, na Columbia Britânica.

O estudo sugere que os humanos estavam presentes na costa do Pacífico da Colúmbia Britânica há 13 mil anos e que a região já estava livre do gelo muito antes do final do último período glacial no continente, há 11.700 anos.

A descoberta reforça a hipótese apoiada por um crescente número de pesquisadores de que os primeiros homens chegaram à América do Norte a partir da Ásia através de um corredor terrestre ao longo da costa, sem gelo, até acessar o que hoje é a Colúmbia Britânica.

Mas apoiar esta hipótese não tem sido fácil para os pesquisadores, já que esta região do Canadá, muito acidentada e coberta por densos bosques, é acessível apenas por barco.

Os pesquisadores concentraram suas escavações em uma área de marés na ilha Calvert, onde o nível do mar durante o fim da era glacial era de dois a três metros inferior ao atual.

Entretenimento