Topo

Entretenimento

Elton John anuncia sua última turnê mundial

24/01/2018 19h51

Nova York, 24 Jan 2018 (AFP) - A lenda britânica do pop Elton John anunciou nesta quarta-feira que deixará de se apresentar no exterior para se dedicar a seus filhos, mas não sem antes se despedir dos fãs com uma última turnê mundial de três anos que passará por todos os continentes.

"Não farei mais turnês", disse o popular pianista e cantor britânico de 70 anos que enche estádios do mundo todo há quase meio século, em um evento de gala em Nova York onde a imprensa foi convocada com grande expectativa.

"Tive uma vida incrível e uma carreira incrível, (...) mas minha vida mudou, as prioridades da minha vida mudaram" e agora "são meus filhos e meu marido e minha família", afirmou o músico ao jornalista Anderson Cooper, após um pequeno show para centenas de jornalistas e convidados e uma apresentação da sua carreira em realidade virtual.

Sir Elton John, como também passou a ser chamado após receber o título de cavaleiro da rainha Elizabeth, disse que seus dois filhos, Elijah e Zachary Jackson, terão 8 e 10 anos quando a última turnê terminar.

"Eu os amo tanto, não quero sentir a falta deles, e não quero que eles sintam a minha", afirmou o terceiro artista mais bem-sucedido da história, atrás de Elvis Presley e dos Beatles, tendo em conta sua presença na lista das mais ouvidas nos Estados Unidos.

"Estive na caçamba de uma caminhonete desde os 16 anos", disse o músico, que vendeu mais de 300 milhões de discos e é ganhador de cinco Grammy e um Oscar. Embora não tenha perdido o entusiasmo de se apresentar diante do público, confessou que, em vez de viajar, deseja mais que qualquer outra coisa levar a cada semana seus filhos à escola de futebol.

- O último adeus -Mas, antes, oferecerá uma última turnê de três anos que começará em setembro em Allentown, Pensilvânia, no leste dos Estados Unidos, e terá todo o seu vestuário desenhado por Gucci, "uma maneira de dizer adeus com uma explosão", e "de agradecer", disse.

John prometeu, ainda, que nunca deixará de criar. Espera gravar mais álbuns, escrever mais musicais e continuar dando shows na Grã-Bretanha.

"Serei criativo, espero, até o dia em que morrer", disse Elton John, cuja agenda conta atualmente com apresentações em Las Vegas até maio.

O cantor, que é casado com o cineasta canadense e ex-empresário de publicidade David Furnish, de 55 anos, foi uma das primeiras grandes celebridades a revelar publicamente sua homossexualidade, na década de 1980.

Lembrou que em 2017 ficou doente por sete semanas, incluindo 12 dias no hospital, após contrair uma rara infecção bacteriana, mas assegurou que hoje goza de boa saúde.

"Mas nesse ano fiz 96 shows", disse no evento celebrado em Gotham Hall, um antigo banco transformado em local de eventos no meio de Manhattan, onde os garçons ofereciam champanhe e petiscos de tempurá de camarões.

Elton John gerou décadas de sucessos, como "I'm Still Standing," "Rocket Man," "Don't Let the Sun Go Down on Me" e "Can You Feel the Love Tonight".

Seu estilo reuniu o piano de rhythm & blues da velha guarda do início do rock and roll com influências gospel, bem como uma base sólida na música clássica.

O artista também ganhou uma fortuna como compositor de musicais, incluindo "O Rei Leão", em cartaz em Nova York e Londres até hoje e que o levou a ganhar um Oscar em 1995, "Billy Elliot" e a próxima adaptação de "O Diabo Veste Prada".

A revista Forbes o classificou, no ano passado, como a 26ª celebridade mais bem paga. Sua fortuna pessoal é estimada em mais de 400 milhões de dólares.

Nos anos 1980, o músico entrou em uma espiral desenfrenada de cocaína, álcool e sexo, da qual se considera um sobrevivente, dado que nesta época a aids estava começando a causar estragos.

Uma década depois, decidiu se dedicar a arrecadar fundos para combater a doença, o que lhe rendeu inclusive um prêmio da Universidade de Harvard em novembro passado.

Depois de lutar no passado contra o vício e a depressão, o último álbum de estúdio de John, "Wonderful Crazy Night", de 2016, carregava uma sensação palpável de alegria. No ano passado, ele lançou uma grande coletânea de sucessos denominada "Diamonds".
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento