Topo

Entretenimento

Cinco curiosidades sobre as indicações ao Oscar

23/01/2018 17h45

Los Angeles, 23 Jan 2018 (AFP) - Os indicados à 90ª edição dos prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos foram anunciados nesta terça-feira (23), com "A forma da água", "Dunkirk" e "Três anúncios para um crime" liderando as apostas.

Além das indicações, há outros dados e números curiosos que chamam a atenção.

Veja cinco deles.

- Mulheres também fazem filmes -Os mais de 6 mil votantes da Academia se lembraram, neste ano, que as mulheres também fazem filmes.

Greta Gerwig, diretora de "Lady Bird: É hora de voar", é a única mulher indicada na categoria de direção neste ano e a quinta na história dos Oscar.

Apenas uma já ganhou, Kathryn Bigelow, em 2010, por "Guerra ao Terror". Desde então, nenhuma outra mulher concorreu.

Já Rachel Morrison é a primeira mulher a ser indicada para melhor direção de fotografia, por "Mudbound - Lágrimas sobre o Mississipi".

- Mais diversidade -Com "Corra!", Jordan Peele se tornou o terceiro cineasta indicado ao mesmo tempo nas categorias de melhor filme, direção e roteiro em sua primeira produção.

Peele, que usou o gênero de terror para denunciar o racismo, é ainda o quinto negro a ser indicado a melhor diretor, após John Singleton ("Os Donos da Rua"), Lee Daniels ("Preciosa"), Steve McQueen ("12 anos de escravidão") e Barry Jenkins, com "Moonlight", que ganhou o prêmio de melhor filme.

Denzel Washington foi indicado pela oitava vez por "Roman J. Israel, Esq.". Ele é o ator negro com maior número de indicações e ganhou em duas ocasiões - "Tempos de Glória" e "Dia de Treinamento".

A rapper Mary J. Blige conseguiu duas indicações: de melhor atriz coadjuvante e melhor canção, por "Mighty River", ambas por "Mudbound: lágrimas sobre o Mississipi".

- Blackjack para Streep -Meryl Streep aumentou seu recorde de intérprete mais indicada ao Oscar na história, ao concorrer pela 21ª vez por "The Post: a guerra secreta", de Steven Spielberg, que entrou apenas em duas categorias.

Ela tem três estatuetas em casa: "Kramer vs. Kramer" (1979), "A Escolha de Sofia" (1982) e "A Dama de Ferro" (2011).

Já John Williams bateu sua marca de trilhas sonoras indicadas, concorrendo pela 46ª vez por "Star Wars - Os últimos Jedi", oitavo capítulo da saga.

Ao todo, são 51 indicações, inclusive cinco por canção original. Williams é a pessoa viva mais indicada e a segunda da indústria, atrás de Walt Disney, que recebeu 59.

- Da NBA ao Oscar -A lenda da NBA Kobe Bryant, ganhador de cinco títulos com os Lakers, foi indicado por seu curta-metragem de animação "Dear Basketball", feito com Glen Keane e o compositor John Williams.

"O que? Isso vai além do reino da imaginação", tuitou Bryant, de 39 anos, após o anúncio.

- Surpresas -Entre as maiores surpresas estão os indicados ao Globo de Ouro Armie Hammer ("Me chame pelo seu nome") e Hong Chau ("Downsizing"), que ficaram de fora do Oscar, assim como "Mulher Maravilha", que não entrou em nenhuma categoria.

"Mudbound: lágrimas sobre o Mississipi" e "Doentes de amor" ficaram de fora da categoria de melhor filme, embora tenham estejam concorrendo a prêmios.

Steven Spielberg ("The Post: a guerra secreta") e Martin McDonagh ("Três anúncios para um crime") não se classificaram para melhor direção, apesar de seus filmes estarem entre os mais aclamados do ano.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento