Topo

Entretenimento

Rupert Murdoch propõe que Facebook pague por notícias 'confiáveis'

22/01/2018 21h00

Nova York, 22 Jan 2018 (AFP) - O magnata dos meios Rupert Murdoch disse nesta segunda-feira (22) que grandes plataformas, como o Facebook, deveriam pagar às empresas de notícias "confiáveis" como parte dos esforços para melhorar a credibilidade e frear a desinformação.

Desde a eleição de Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos, o Facebook lançou uma batalha pública contra as informações falsas, chamadas "fake news", que envenenaram a campanha presidencial.

O presidente executivo do grupo de meios News Corp considerou, em uma carta pública, que as "medidas corretivas" anunciadas pelo Facebook são "inadequadas, comercial, social e jornalisticamente".

Na sexta-feira passada, a rede social disse que pedirá a seus usuários para qualificarem o grau de confiabilidade dos meios através de pesquisas de satisfação, e em outubro passado disse que revisaria o acesso a artigos a partir de sua plataforma para favorecer o pagamento de conteúdos a editores de imprensa.

"Houve muita discussão sobre os modelos de assinatura, mas não vi ainda uma proposta que verdadeiramente reconheça o investimento e o valor social do jornalismo profissional", acrescentou Murdoch, também presidente executivo da 21st Century Fox.

"Se o Facebook quer reconhecer os editores confiáveis, então deveria pagar a esses meios uma tarifa similar ao modelo adotado pelos operadores de televisão a cabo", disse o magnata.

Esta compensação teria "um impacto pequeno nos lucros do Facebook, mas um efeito importante nas perspectivas dos editores e jornalistas", acrescentou.

"Seguimos de perto as mudanças recentes na estratégia do Facebook, e não tenho dúvidas de que Mark Zuckerberg é uma pessoa sincera, mas ainda há uma séria falta de transparência que deveria preocupar os editores e aqueles que desconfiam da orientação política destas poderosas plataformas".
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento