Topo

Entretenimento

Autoridades do Sudão libertam correspondentes de AFP e Reuters

22/01/2018 15h39

Cartum, 22 Jan 2018 (AFP) - Três jornalistas, entre eles um da Agence France-Presse e outro da Reuters, foram libertados nesta segunda-feira (22) por autoridades sudanesas, que os detiveram na quarta-feira da semana passada quando cobriam protestos pela elevação dos preços do pão.

"Estou livre, assim como os outros jornalistas", informou Abdelmoneim Abu Idris Ali, de 51 anos e que trabalha para a AFP em Cartum há quase uma década.

Idris Ali, junto com os outros dois jornalistas, foi detido quando a Polícia dispersou uma manifestação na cidade de Oumdurman, vizinha à capital.

O preço do pão dobrou recentemente no Sudão, após a decisão do governo de confiar as importações de cereais ao setor privado, o que suscitou um grande descontentamento entre a população. Desde o começo do mês foram celebradas várias manifestações, que foram reprimidas pela Polícia.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento