Topo

Entretenimento

Criadora de hastag #Balancetonporc é processada por difamação

18/01/2018 18h55

Paris, 18 Jan 2018 (AFP) - A jornalista francesa Sandra Muller, que vive nos Estados Unidos e criou a hashtag #Balancetonporc após o escândalo Weinstein, foi processada na justiça por difamação pelo homem que ela acusou em particular no Twitter, anunciou a própria ativista nesta quinta-feira (18).

"Eric Brion, que nomeou como o autor de palavras degradantes das quais fui alvo (...) finalmente mudou de estratégia e decidiu, contra toda decência, me levar aos tribunais", disse a jornalista em um comunicado postado em sua página no Facebook, informando que recebeu uma intimação por difamação.

Brion, cujo nome revelou em um tuíte em 13 de outubro, pede 50.000 euros por perdas e danos, publicações judiciais e 10.000 euros de gastos de advogado.

"Para esta citação, quiseram fazer eu me calar", acrescenta a jornalista. "Irei até o final desse confronto com a ajuda do advogado e espero que este julgamento seja uma verdadeira ocasião para estabelecer um verdadeiro debate sobre os meios para lutar contra o assédio sexual", assegura.

Ainda não se marcou a data da audiência.

Em um artigo publicado no jornal francês Le Monde, no dia 31 de dezembro, Eric Brion, consultor e ex-diretor-geral da rede de televisão Equidia, dizia "reiterar suas desculpas" a Muller, reconhecendo que "suas palavras (contra ela) estavam fora de lugar". As mesmas foram pronunciadas "durante um coquetel 'muito regado' e tarde da noite", acrescenta.

Ele, contudo, nega que haja uma relação entre "seu comportamento e o caso referente a Harvey Weinstein, acusado de estupro e assédio sexual por várias mulheres".

shu-jlo/cel/lp/age/eg/cc

TWITTER

FACEBOOK
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento