Entretenimento

Steve Bannon deixa Breitbart News e fica cada vez mais isolado

09/01/2018 22h37

Nova York, 10 Jan 2018 (AFP) - Steve Bannon, que já foi o maior conselheiro do presidente dos Estados Unidos, deixou o grupo Breitbart News após a publicação de um livro no qual critica Donald Trump e sua família.

O livro "Fogo e fúria: Dentro da Casa Branca de Trump", do jornalista Michael Wolff, deixou Bannon cada vez mais isolado por grandes doadores e aliados políticos, e até o próprio presidente o ridiculizou.

Bannon, de 64 anos, assumiu a liderança da Breitbart News em 2012, após a morte de seu fundador Andrew Breitbart, e conseguiu a transformar na plataforma de informação e opinião mais acompanhada pela ultra-direita americana.

Ex-chefe de campanha de Trump desde agosto de 2016, ele foi um dos grandes artífices da surpreendente vitória eleitoral do magnata do rama imobiliário.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo