Entretenimento

Diretor de teatro canadense acusado de assédio sexual

04/01/2018 23h00

Montreal, 5 Jan 2018 (AFP) - Quatro atrizes acusaram publicamente nesta quinta-feira Albert Schultz, diretor e fundador do teatro Soulpepper de Toronto, de conduta sexual inadequada, em outro caso no rastro do escândalo Weinstein.

Diana Bentley, Kristin Booth, Patricia Fagan e Hannah Miller iniciaram uma ação civil contra Albert Schultz, diretor artístico do Soulpepper, acusando-o de ser um "predador sexual em série" que agiu "assim que iniciaram suas carreiras" naquele teatro.

As acusações envolvem um período que vai de 2000 a 2013.

"A campanha '#MeToo' nos mostrou que, pela primeira vez, as pessoas escutam e levam isto a sério", disse a atriz Patricia Fagan em entrevista coletiva.

"Há uma janela aberta" para as mulheres vítimas de assédio sexual que gostariam de denunciar seus abusadores publicamente, acrescentou Booth.

Schultz anunciou na noite de quarta-feira que abandonava suas funções até a conclusão da investigação interna decidida pela direção do teatro.

"Estas ações representam graves acusações contra mim, que levo isto a sério", disse Schultz em um comunicado, assegurando que se defenderá "energicamente".

As atrizes pedem quase 8 milhões de dólares canadenses (US$ 6,4 milhões) em indenizações do diretor e do teatro, segundo a imprensa local.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo