Topo

Entretenimento

Parlamento de Westminster corre risco de incêndio

22/12/2017 14h28

Londres, 22 dez 2017 (AFP) - O Palácio de Westminster, que abriga o Parlamento britânico, apresenta um grave risco de incêndio, assegurou o responsável pelo edifício, que alertou sobre a possibilidade de uma catástrofe similar a ocorrida na torre Grenfell.

"Conheço os riscos que existem. Pode haver um incêndio grave. Pode haver mortos", declarou à revista interna do Parlamento David Leakey, que deixa o cargo dentro de alguns dias após sete anos.

"Se não aprenderem as lições do incêndio (na torre) Grenfell, este edifício poderia incendiar-se completamente, exatamente como aconteceu em 1834, quando os líderes daquela época passaram 10 anos se perguntando quando e como renová-lo", acrescentou.

Naquele ano, em 16 de outubro, o Palácio de Westminster quase virou cinzas depois que "sinais da catástrofe foram ignorados persistentemente", como recorda a biblioteca do Parlamento.

Leakey acredita que o risco representado pelo estado da estrutura do edifício não poderia ser maior, "tanto quanto à probabilidade de incêndio quanto à magnitude do estrago".

Apesar do custo de uma restauração completa, avaliada em 4,3 bilhões de libras (4,9 bilhões de euros), ele pede aos parlamentares que atuem o mais rápido possível. "Devem fazer algo agora", insistiu.

O funcionário reconhece que o custo exorbitante é um problema para os parlamentares, já que "se o país não pode gastar alguns milhões para reconstruir a torre Grenfell, como pode gastar bilhões (...) para reabilitar o Parlamento?".

Em junho, o incêndio que atingiu a torre de moradias social de Grenfell em Londres deixou 71 mortos, depois que seus habitantes denunciaram problemas de segurança em várias ocasiões.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento