Entretenimento

Ex-misses dos EUA pedem demissão de organizador do concurso

22/12/2017 22h52

Nova York, 23 dez 2017 (AFP) - Ao menos 49 ex-misses Estados Unidos pediram nesta sexta-feira a demissão do presidente do evento, Sam Haskell, acusado de escrever mensagens degradantes e de caráter sexual sobre algumas concorrentes.

O site do jornal Huffington Post revelou na quinta-feira que Haskell, presidente da organização do concurso Misse Estados Unidos, enviou numerosos e-mails nos quais se refere com vulgaridade a ex-concorrentes.

As 49 ex-misses, incluindo uma mulher de 87 anos coroada em 1948, enviaram uma carta à organização pedindo a demissão imediata de Haskell, afirmando que estão "profundamente abaladas e tristes" com o conteúdo das mensagens.

Também solicitaram a saída do número dois da organização, Josh Randle, e de outros dois dirigentes acusados de proteger Haskell.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo